sexta-feira, 20 de abril de 2012

PRECISAMOS DE CURA!


“...se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (sua vida) - 
II Crônicas 7:14.

"Voltai... e eu curarei a vossa infidelidade...”  - Jeremias 3:22.

   Eu não sei se você sabe ou acredita no que vou lhe dizer: nós precisamos de cura! Como gente, como crente, precisamos de cura! Cada um de nós precisa receber um toque todo especial de Deus; precisa de um  trabalhar de Deus em alguma área da nossa vida.
   Alguns precisam de cura no coração. Estão feridos, morrendo com ressentimentos, e assim vivem sem paz e sem alegria. Você está assim?
   Outros precisam também de cura física. Vivem com doenças inexplicáveis, sem saberem a causa, gastando dinheiro em vão.
   Há outros também que, emocionalmente, vivem dependentes de remédios controlados devidos às ansiedades exacerbadas da vida. Ele sofre por aquilo que não vai acontecer. Mas, só de pensar na possibilidade, já entra em pranto.
   Seja qual for o teu problema o Senhor é capaz de realizar uma cura em tua vida, em teu lar, em teu trabalho! Muitos estão cansados, outros abatidos das lutas travadas contra o inimigo, irmãos, injustiças, etc. 
   Deus quer te curar!

Diante desses dois versículos encontramos algumas condições para receber a cura:
A primeira condição para receber uma cura, receber algo de Deus, está em você arrepender-se, humilhar-se, confessando que o erro foi seu e não dos outros. Qual foi a última vez que você chorou diante de Deus lamentando pelos erros que cometeu?
Tenho observado, com tristeza, que os nossos olhos estão secos; não há mais lágrimas, não há mais lamento nem constrangimento ao pecar. O arrependimento continua sendo a solução para as diversas doenças. Como crente tenho chorado muito por ver o estado dos nossos jovens. Mal lêem a Bíblia e mal oram. Reclamam quando o culto passa da hora de terminar; pois, fica perigoso voltar para casa. Mas, não é perigoso quando vêem de uma festa, da casa da namorada!
Precisamos chorar, quebrantar os nossos corações; e pedir a Deus o Seu perdão.

A segunda condição para receber a cura está na oração. Nós cristãos temos cometido uma grande falha ao orarmos: pedimos, pedimos e pedimos! Não sabemos adorar, não sabemos ser um adorador. Parece-me que só entramos em Sua presença quando estamos precisando de alguma coisa. Qual foi a última que nós entramos em sua presença apenas para adorá-Lo, apenas para buscar mais intimidade? Buscar a Deus pelo que Ele é não é tão fácil assim; agora, para pedir qualquer coisa é muito mais fácil! Ou não? Se o povo de Deus clamar verdadeiramente, Ele vai promover milagres, tirando do nosso meio todo tipo de praga, de desunião e desânimo. Foi Deus quem disse! Foi Deus quem falou!
Veja se eu não estou certo: Se não há mais oração é porque não há fé também. Parece-me que não acreditamos mais em nada, parece-me que fazemos as nossas orações só para tirarmos o peso da consciência; pois, se eu não orar hoje posso ser castigado por Deus amanhã ou a qualquer momento. Então, é bom orar!
Mas, a verdade é que nossas orações são sem graça, sem sentido, muito artificiais. Às vezes, vejo-me orando desse jeito. Eu logo paro e tento reiniciar a minha oração confessando as minhas faltas e as minhas negligências.

A terceira condição para receber a cura está no abandono dos pecados. Eu fico maravilhado ao ler o livro de Atos dos apóstolos, precisamente o Capítulo 19: 18-20.  
“E muitos dos que haviam crido vinham, confessando e revelando os seus feitos. Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinqüenta mil moedas de prata.  Assim a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia”.
Onde estão aqueles que abandonaram os pecados? Onde estão as evidências? Será que não existem mais novas criaturas? Será que não existe mais arrependimento? Por que temos dificuldades de ver mudanças nesses artistas que se dizem crentes? O que eu tenho notado é que o indivíduo se “converte”, mas não  quer deixar de fofocar, de criticar, de fornicar; vivem a mesma vida. A única diferença é que ele anda com uma bíblia debaixo do braço.
Onde nós vamos parar?
O que não serve como meios de cura1. Construção de um templo não serve como meio da cura
    – II Crônicas 3:1ss.
2. Os sacrifícios também não – II Crônicas 7:4-10.3. Consagrar os utensílios não vai adiantar – l Rs. 8:64
Nada disso adianta se não houver arrependimento.  Enquanto muitas igrejas se preocupam em construir templos, Deus procura homens que tenham corações contritos diante dEle. Enquanto muitos estão preocupados com rituais da velha aliança, do tempo dos levitas, Deus está à procura de homens arrependidos e contritos diante dEle.
Então, arrependa-se da sua negligência, da falta de compromisso com a obra de Deus. Arrependa-se do que você fez sem a permissão de Deus; arrependa-se por não ter abençoado hoje um necessitado. E Deus ouvirá a tua oração!
“Arrependei-vos para que sejam apagados os vossos pecados” -  Atos 3:19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário